Área restrita
Home
Site in English
A Associação
Associados ABRETI
Cursos, Palestras e Eventos
Sala de Imprensa
Notícias
Serviços
Contato
Este canal da ABRETI serve como um centro de informações coletivas. Novidades resultantes de ações políticas e econômicas que afetam a atividade dos transportes internacionais, cases do setor e informações gerais estão relacionados em ordem cronológica. Consulte este canal sempre que precisar.
ABRETI | Mercado

Título: Fiscais retomam greve na próxima 3ª-feira
Fonte: Tribuna e Agencia Estado
< Voltar

Terminado o período de trégua dado pelos fiscais federais agropecuários ao Governo, a categoria voltará a fazer greve a partir de terça-feira, o que pode afetar o comércio de produtos agropecuários do país com o exterior. Em nota divulgada ontem, a Associação Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa) informou que a paralisação será retomada até que os pleitos da categoria sejam atendidos.

Os fiscais e o Planalto estão em negociação há mais de dois meses e o pedido inicial da categoria era de reajuste salarial de 45%. Na nota, os fiscais informam que a decisão de retomar a paralisação foi tomada ‘‘em função da proposta de reestruturação remuneratória apresentada pelo Governo Federal não estar de acordo com o compromisso assumido entre o ministro interino, deputados da Comissão de Agricultura da Câmara e os fiscais, realizada em 2 de agosto de 2007’’.

O secretário-executivo Silas Brasileiro assumiu a função de ministro interino durante viagem do titular, Reinhold Stephanes, ao México no começo do mês. De acordo com a associação, serão mantidos o atendimento normal a produtos perecíveis e às demais solicitações do público com 30% do efetivo dos fiscais, conforme o disposto na legislação vigente ou eventual decisão proferida pela Justiça Federal.

No mês passado, os fiscais da vigilância agropecuária permaneceram 10 dias em greve, até fecharem um acordo com o Ministério da Agricultura para retomarem as negociações do reajuste. No período em que interromperam suas atividades, o Porto de Santos deixou de liberar 3.700 contêineres.

Os fiscais são responsáveis pela fiscalização das mercadorias que transitam pelos portos, aeroportos e fronteiras do País. Eles também controlam a entrada de contêineres vindos de países com pragas agrícolas, que podem chegar no Brasil na madeira usada no interior dos cofres de carga.

ABRETI - Associação Brasileira das Empresas de Transporte Internacional - 2005 - Todos os direitos reservados