Área restrita
Home
Site in English
A Associação
Associados ABRETI
Cursos, Palestras e Eventos
Sala de Imprensa
Notícias
Serviços
Contato
Este canal da ABRETI serve como um centro de informações coletivas. Novidades resultantes de ações políticas e econômicas que afetam a atividade dos transportes internacionais, cases do setor e informações gerais estão relacionados em ordem cronológica. Consulte este canal sempre que precisar.
ABRETI | Mercado

Frota mundial tem maior expansão desde 1990
Veículo: Jornal: Gazeta Mercantil - Seção: Transporte e Logística - 20/10/2005
< Voltar

A frota mundial de navios cargueiros para o transporte de matérias-primas como carvão e minério de ferro encaminha-se para registrar uma expansão recorde neste ano, porque os estaleiros estão entregando novos navios, segundo a agência de navegação Simpson, Spence & Young.

Espera-se que a oferta cresça 21,5 milhões de toneladas de peso morto, indicador da capacidade de um navio para transportar carga, combustível e provisões, anunciou ontem a empresa de Londres em um informe mensal. A cifra inclui a retirada da frota de navios mais antigos de 1,02 milhão de toneladas de peso morto para desmantelamento.

O crescimento do fornecimento de navios neste ano é comparada com a expansão líquida de 18,3 milhões de toneladas de peso morto de 2004, e com a média de 10,1 milhões de toneladas de peso morto dos últimos 10 anos, informou a Simpson, Spence & Young.

Fretes caem

A expansão do fornecimento fez baixar as tarifas de transporte dos navios cargueiros em torno de 29% ante os níveis de um ano atrás, segundo o índice Baltic Dry, coligido pela Baltic Exchange, de Londres. A frota mundial de cargueiros era formada por 6.040 navios que representavam 228,3 milhões de toneladas no fim de setembro, informou a empresa.

O índice Baltic Dry - uma combinação dos índices Baltic Capesize, Handymax e Panamax - caiu na terça-feira 56 pontos, ou 1,7%, para 3305 e ontem se situava em 3227 pontos, com uma variação negativa de 2,63% na tarde ontem em Nova York.

Até o momento, o crescimento da capacidade mundial é encabeçado pelos navios cargueiros de maior calado, chamados de Capesize, cuja capacidade cresceu 8,7%, segundo informou a Simpson, Spence & Young. Estes navios podem transportar até 175 mil toneladas de carga.

Um total de 44 navios Capesize de 7,2 milhões de toneladas de peso morto foram entregues pelos estaleiros nos primeiros nove meses do ano, e só um navio foi enviado para desmantelamento, anunciou a Simpson, Spence & Young. Em torno de 45 navios foram enviados aos seus proprietários, no ano passado.

"O possível crescimento deste ano constituiria a maior expansão registrada em um ano" entre 1990 e 2004, informou a Simpson, Spence & Young.

No caso dos navios Panamax, os segundos maiores cargueiros, a frota crescerá o total líquido de 5,9 milhões de toneladas de peso morto neste ano, em comparação com as 5,6 milhões de 2004. Sessenta e seis navios Panamax foram entregues aos seus donos nos primeiros nove meses, anunciou a Simpson, Spence & Young.

Tipo Panamax

Os navios Panamax, que têm capacidade de até 80 mil toneladas de peso morto cada, são os maiores que podem passar pelo Canal do Panamá.

Espera-se que a frota de navios Handymax, que têm capacidade de 60 mil toneladas de peso morto, cresça 5,22 milhões de toneladas de peso morto em 2005, em comparação com as 3,83 milhões de toneladas do ano passado, informou a empresa. Este seria o maior crescimento nesta faixa de tamanho desde 1990.

ABRETI - Associação Brasileira das Empresas de Transporte Internacional - 2005 - Todos os direitos reservados