Área restrita
Home
Site in English
A Associação
Associados ABRETI
Cursos, Palestras e Eventos
Sala de Imprensa
Notícias
Serviços
Contato
Este canal da ABRETI serve como um centro de informações coletivas. Novidades resultantes de ações políticas e econômicas que afetam a atividade dos transportes internacionais, cases do setor e informações gerais estão relacionados em ordem cronológica. Consulte este canal sempre que precisar.
ABRETI | Mercado

Título: Infraero: Aeroporto de Guarulhos inaugura terminal de cargas especiais
Fonte: Por Grupo Intermodal - 18/9/2007
< Voltar

O Aeroporto Internacional de Guarulhos colocou em operação seu primeiro terminal de cargas especiais do País, no último dia 31, o qual exigiu investimentos da ordem de R$ 4,9 milhões.

O terminal tem 1.584 metros quadrados e sistemas de detecção de fases leves e pesados, de fumaça, de material radioativo, combate a incêndio por splinkers (temperatura de disparo 90ºC) e rede de hidrantes. Além disso, o sistema elétrico (eletrodutos e quadros) é blindado (anti-explosão) e garante maior segurança.

Com três câmaras frigoríficas (duas na temperatura de 5ºC e outra a 30ºC), o terminal conta ainda com depósito especial (bunker) para abrigar materiais radioativos e reservatório com capacidade de 90 metros cúbicos para armazenamento de produtos provenientes de vazamentos.

Segundo o superintendente Regional, Edgard Brandão Júnior, é extremamente importante a conclusão dessa obra. "A Infraero consolida, mais uma vez, a sua responsabilidade em dotar o aeroporto com espaços específicos e modernos sistemas que visam aprimorar a atividade praticada no atendimento de mercadorias especiais, com elevado grau de segurança", explica.

O novo terminal possibilitará que as cargas especiais sejam acondicionadas em área específica, obedecendo todas as normas técnicas e a legislação vigente, de acordo com a classificação dos produtos: explosivos, gases, líquidos inflamáveis, sólidos inflamáveis, substâncias oxidantes, peróxido orgânico, substâncias tóxicas, material radioativo, corrosivos e miscelâneas de cargas perigosas.

Atualmente, do total de 111,4 mil toneladas de cargas recebidas no armazém de importação do terminal de logística da Infraero/Guarulhos no ano de 2006, 9,07% representou a parcela de mercadorias classificadas como cargas especiais.

ABRETI - Associação Brasileira das Empresas de Transporte Internacional - 2005 - Todos os direitos reservados