Área restrita
Home
Site in English
A Associação
Associados ABRETI
Cursos, Palestras e Eventos
Sala de Imprensa
Notícias
Serviços
Contato
Este canal da ABRETI serve como um centro de informações coletivas. Novidades resultantes de ações políticas e econômicas que afetam a atividade dos transportes internacionais, cases do setor e informações gerais estão relacionados em ordem cronológica. Consulte este canal sempre que precisar.
ABRETI | Mercado

Expositores aprovam workshop preparatório para a Feira Transnacional 2005 (SITE - NET MARINHA)
Veículo: Site: Net Marinha - Seção: Comércio Internacional/Notícias - 10/8/2005
< Voltar

Os clientes presentes no seminário “Como obter melhores resultados em feiras”, ministrado pela International Relations da empresa, Monika Arnold, confirmaram a importância da iniciativa, que garante um retorno aos expositores durante e após o evento.

Os expositores da Feira Transnacional 2005 tiveram, na quarta-feira (10/08), a oportunidade de debater e trocar experiências durante o workshop "Como obter melhores resultados em feiras", ministrado por Monika Arnold, International Relations da Transnacional.

A palestrante orientou os participantes e apresentou maneiras de como aumentar o retorno das empresas durante o evento, que acontece entre os dias 20 e 22 de setembro, no Expo Center Transamérica, em São Paulo.

Para Jéssica Ramos, do departamento comercial do Terminal de Contêineres da Margem Direita (Tecondi), a iniciativa do workshop é "fantástica e inovadora". Ela afirmou que não conhecia esse tipo de evento, que é inédito no mercado. "O conhecimento que adquirimos durante o workshop é muito importante", disse.

Jéssica ressaltou que, durante a participação do Tecondi na Transnacional, a empresa apresentará o novo espaço na área de exportação e reforçando o lançamento da nova logomarca do terminal.

Ricardo Diniz, gerente de contas da Vastera, empresa especializada no desenvolvimento de softwares e consultoria para comércio exterior e que participa pela primeira vez da Feira Transnacional, declarou que o workshop preparatório é um diferencial de mercado já que outras feiras do setor não oferecem esse serviço aos clientes.

"O workshop é agradável e produtivo. Aprendemos como medir o retorno da participação na Feira", comentou. Segundo Diniz, durante a Transnacional, a empresa pretende conquistar novos clientes, prospects e suspects. "Queremos também manter um bom relacionamento com os clientes atuais", completou.

"Nunca ninguém deu esse foco do que realmente é uma feira. Com esse workshop, podemos sentir melhor qual é o retorno que podemos ter com a Transnacional", avaliou Claudia Haruni, do departamento de marketing da Hamburg Süd.

Sueli Araújo, assessora da Abreti, ressaltou que a iniciativa da Transnacional é ótima. "Isso facilita o procedimento e esclarece dúvida dos expositores. Participar do workshop é totalmente viável, pois oferece informações amplas e abordagem direcionada, o que prepara o expositor para otimizar resultados", declarou.

Para Jéssica Leão, do departamento de marketing da Exel, o seminário preparatório é uma grande idéia e uma ótima oportunidade para se trocar informações a respeito do evento. "O workshop demonstra o profissionalismo dos organizadores. A Feira Transnacional é uma das maiores feiras do Brasil, e temos que nos preparar estrategicamente para superar as expectativas de nossos clientes. A Exel busca o melhor em tudo o que faz e a parceria junto à Transnacional é primordial para o sucesso de nosso evento", esclareceu.

Para a executiva, participar do treinamento é uma oportunidade de trocar idéias e planejar cada passo do evento, para que os resultados buscados sejam alcançados em totalidade. "Todo grande projeto demanda organização, estudo, planejamento e troca de informações. O workshop nos traz tudo isto", disse.

"Consideramos esta iniciativa importante e inovadora. Mostra que a organização da Feira Transnacional não está preocupada somente em arrecadar dinheiro com a comercialização dos espaços e sim preocupada em fazer com que os expositores também tenham um retorno positivo com o evento", salientou Daniela Bortoletto Motta, do departamento de marketing e comunicação da Maersk.

"A troca de experiências com os demais expositores, monitoradas pela Monika, foi a melhor forma de obter conhecimento e resultados", avaliou Humberto Martinho, da área de marketing do Porto de Santos.

Para Daniela, a preparação do expositor servirá para "o antes, para que a gente possa preparar a equipe comercial para trabalhar de acordo com os objetivos traçados e dentro dos padrões da feira; durante, para ter uma equipe preparada e motivada para atender aos clientes da melhor forma possível e depois, o que trará bons resultados da feira que somente serão conseguidos com um treinamento básico aos nossos representantes e, conseqüentemente, o retorno dos nossos clientes que esperamos estar felizes com o atendimento recebido durante o evento".

Ariovaldo Francisco Paes, coordenador do departamento de produtos perigosos da Slotter, afirmou que o workshop é importante para os expositores, principalmente, para aqueles que promovem sua empresa pela primeira vez em uma feira, e não tem o suporte necessário de como atuar no evento. "Acredito que o treinamento seja positivo para as empresas, pois iremos fazer uma análise de foco que daremos aos clientes e visitantes", completou.

Fabiana Ribeiro, do setor de marketing da Royal & SunAlliance Seguros, afirmou que a "iniciativa é excelente, porque é a primeira vez que participarei da feira e acredito que esse workshop auxilia a tirar muitas dúvidas".

O assessor técnico do Porto do Rio Grande, Newton Quintas, declarou que o workshop é positivo não só para quem chega pela primeira vez para freqüentar uma feira, mas também para quem já tem experiência em eventos de negócios.

"O treinamento nos oferece a possibilidade de reciclar o conhecimento. A troca de experiência entre os participantes é muito positiva. Os assuntos analisados, simulações e análises realizadas no seminário são vantagens competitivas que a Transnacional, como organizadora de feira, coloca no seu produto, o que faz com que os expositores olhem com olhos diferentes para o evento", comentou o executivo.

Por Flávia Gavioli e Maria Carolina Gonçalves

ABRETI - Associação Brasileira das Empresas de Transporte Internacional - 2005 - Todos os direitos reservados