Área restrita
Home
Site in English
A Associação
Associados ABRETI
Cursos, Palestras e Eventos
Sala de Imprensa
Notícias
Serviços
Contato
Este canal da ABRETI serve como um centro de informações coletivas. Novidades resultantes de ações políticas e econômicas que afetam a atividade dos transportes internacionais, cases do setor e informações gerais estão relacionados em ordem cronológica. Consulte este canal sempre que precisar.
ABRETI | Mercado

Título: Estudo de viabilidade à expansão do Porto de Santos recebe US$ 900 mil
Veículo: DCI – Diário Comércio Indústria
Seção: Comércio Exterior
< Voltar

O governo federal afirmou ter fechado no último final de semana um convênio de US$ 900 mil com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que será aplicado na realização de um estudo de viabilidade para a construção do terminal Barnabé-Bagres, no Porto de Santos, litoral paulista. A construção poderia ser de novos terminais entre as ilhas que dão o nome ao projeto, na margem esquerda do porto, onde ainda há espaço para ampliações. O projeto consiste na criação de um novo complexo portuário com mais de 50 pontos de atracação.
Segundo a Codesp, estatal que administra o Porto de Santos, Barnabé-Bagres conseguiria incrementar a capacidade de movimentação de Santos em 120 milhões de toneladas anuais. No ano passado, o complexo operou 75,2 milhões de toneladas.

Já o ministro da pasta, Pedro Brito, diz que a responsabilidade de elaborar o estudo será do próprio BID, que vai enviar uma equipe de avaliação a Santos para realizar o trabalho. De qualquer forma, diz Brito, um estudo para esse novo terminal necessariamente teria de abranger investimentos nos acessos terrestres "rodoviários e ferroviários" para o porto. Sem eles, ficaria inviabilizada a utilização do novo terminal, assim como seria comprometida a operação em todo o porto. "O Porto de Santos só vai crescer com a melhora em seus acessos terrestre e naval", disse. "É impossível o terminal Barnabé-Bagre, que quase duplica a capacidade do porto, sem esse investimento", completou. Atualmente o Porto de Santos movimenta 6 milhões de toneladas por mês. Brito ainda disse que a parte do governo na expansão do porto é a de aprovar um marco regulatório que demais segurança a investimentos da iniciativa privada, que ficaria responsável pela expansão propriamente dita.

ABRETI - Associação Brasileira das Empresas de Transporte Internacional - 2005 - Todos os direitos reservados