Área restrita
Home
Site in English
A Associação
Associados ABRETI
Cursos, Palestras e Eventos
Sala de Imprensa
Notícias
Serviços
Contato
Este canal da ABRETI serve como um centro de informações coletivas. Novidades resultantes de ações políticas e econômicas que afetam a atividade dos transportes internacionais, cases do setor e informações gerais estão relacionados em ordem cronológica. Consulte este canal sempre que precisar.
ABRETI | Mercado

Título: Governo estuda criação de contas em dólar para exportadores
Veículo: Valor Online, com informações da Agência Brasil
Seção: Economia
< Voltar

Conteúdo: Ministro Furlan analisa uma forma de autorizar as empresas a fazerem
compensação entre os pagamentos de importação e exportação

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse que sua pasta está estudando uma forma de autorizar as empresas exportadoras a fazerem compensação entre os pagamentos de importação e exportação utilizando contas bancárias em dólar, a fim de diminuir os custos financeiros das transações que envolvem câmbio.  O ministro esteve presente no 1º Encontro de Nacional de Comércio Exterior de Serviços, no Rio de Janeiro.

De acordo com o ministro, com as contas em dólar, as empresas poderão utilizar as próprias divisas geradas com exportação para quitar compras de matérias-primas, de bens ou ainda fazer pagamentos no exterior, sem envolver a troca de moeda e o pagamento das taxas que incidem sobre as operações de câmbio. Isso daria maior flexibilidade e competitividade para as exportações, avalia o ministro. "Este ano o comércio exterior brasileiro (exportações mais importações) está crescendo US$ 30 bilhões. Se dermos alguma flexibilidade, nós estaremos estimulando mais crescimento", disse.

Furlan acrescentou que, como medida de segurança, as contas seriam auditadas permanentemente pelas autoridades brasileiras como se fossem contas correntes em moeda nacional. Ele reiterou que o anúncio desta e outras medidas para incentivar o comércio exterior deve ser feito até o final deste mês. Por enquanto, segundo ele, as condições para este tipo de operação ainda estão sendo estudadas pelo Banco Central e pelo Ministério da Fazenda. Vale lembrar que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, já afirmou, em maio deste ano, que é contra a criação de contas em dólar.

Na avaliação do ministro, o governo não permitirá a criação de contas em dólar no Brasil, pois isso "criaria uma situação desconfortável para o Banco Central”.

Valor Online, com informações da Agência Brasil

ABRETI - Associação Brasileira das Empresas de Transporte Internacional - 2005 - Todos os direitos reservados